2014

# 8 (da série Corpo Ruído – performance)

Performance Realizada no dia 20/09/2014 – The artist is an explorer – Curador: Marina Abramovic, Beyeler Foundation – Basel , Suíça.


Registro em vídeo produzido pela Fundação Beyeler
Para # 8 (da série Corpo ruído), a artista Paula Garcia ficou imóvel em uma cadeira, em uma galeria (espaço cubo branco), na Fundação Beyeler, na Suiça, em um estado meditativo por mais de cinco horas. Na frente da artista, além da câmera, repousava cuidadosamente sucatas de metal, bem como uma pilha de pregos de metal longos. A partir da sexta hora da ação de duração continuada, quatro performers masculinos, vestidos de preto, entraram no espaço da galeria e ajudaram a artista a entrar na armadura feita inteiramente de ferro e ímãs. Quando a armadura foi colocada em seu corpo, os quatro homens passaram a tomar algumas das peças maiores de metais fora do chão e anexá-las ao corpo blindado da artista. Eles, então, tomaram posições ao lado da pilha de pregos e começaram a atirar pregos violentamente na artista até que a armadura que revestia seu corpo se tornasse completamente coberta e irreconhecível. O impacto do metal batendo na armadura vibrou através de todo o corpo da artista. Depois de terem coberto a superfície da armadura com o metal, os colaboradores aproximaram-se da artista e começaram a tirar as peças de metal, uma por uma até que a armadura e a artista fossem descobertas e ficassem identificáveis novamente. Ao final, a armadura foi removida pelos performers e a artista sentou-se novamente na cadeira, imóvel, com pedaços de metais dispersos ao redor dela na galeria. (Sinopse escrita por Karina Vahitova).